6 DICAS PARA UMA VIAGEM SEGURA

Mari segurando um Loris

Cada viagem é uma experiência nova, normalmente de muita felicidade, paz, alegria, descobertas sorrisos e por ai vai. Mas e se as coisas derem errado tudo isso pode se transformar em um sentimento de frustração, chateação, stress e etc. Mas isso só vai acontecer, se você deixar! Essas dicas são para te ajudar a manter a positividade e se protejer daqueles imprevistos que tentam impedir você de aproveitar ao máximo sua viagem:

  1. Golpes são mais comuns do que você pensa

    Quando se está viajando e fora da sua zona de conforto, você está sujeito a distrações a todo momento, então sabendo disso os golpistas aproveitam para enganar os turistas e conseguir dinheiro. Neste caso o conhecimento prévio sobre o destino e saber tomar decisões rápidas vão te ajudar a lidar com eventuais erros que podem ocorrer. Tenha em mente que golpe não é óbvio e nem sempre vai ser uma pessoa sentada na praça com 3 copos pedindo para você apostar em qual deles tem uma bolinha, o golpe vem de onde você não espera, desde um taxista com sorriso amigável a um macaco de olhar inocente. É sério, certa vez na Tailândia um senhor me ofereceu o seu lindo “macaquinho” para tirar foto, mas é claro que no final da foto ele me cobrou por este “favor”, até ai eu imaginei que isso poderia acontecer. O que eu não sabia é que o primata (Lóris) estava em extinção, sua mordida é venenosa e por isso esses “criadores”(criminosos) raspam os dentes deles, dopam e o exploram com os turístas. Só descobri isso quando postei uma foto no instagram, nem preciso dizer o tanto que fiquei triste e afetou a minha viagem. O pior, não fui a primeira e nem a última. Por isso lembre-se, golpe não tem cara!

    Mari segurando um Loris

  2. Atenção aos bens

    Durante a viagem é sempre necessário que você fique atento a todos os teus pertences, tomar cuidado com itens importantes e sempre estar em posse do seus documentos e dinheiro é fundamental, mas em algumas situações você poderá ficar vulnerável, como por exemplo deixar as malas no quarto do hotel ou despacha-las no voô, então a estratégia nesse caso é minimizar o seu risco, ações como colocar um cadeado e lacre nas bagagens, embalar em plástico filme, fazer um seguro prévio da sua bagagem (economize verificando se o seu cartão de crédito te dá direito), escolher uma hospedagem com boa procedência (lendo os reviews nos sites de busca)  te farão evitar um possível stress desnecessário durante a viagem.

  3. Tenha um planejamento mínimo sobre seu roteiro

    Não estou dizendo para você ter uma enorme planilha de excel separada por horário de tudo que vai fazer em todos os dias, não é isso, ter liberdade no roteiro para explorar e vivenciar experiências é fundamental para você aproveitar sua viagem, mas é claro que ter um conhecimento prévio sobre o local que está indo visitar pode te livrar de muitas enrrascadas. É possível aprender muito através de blogs (como este), notícias, Youtube, livros e principalmente depoimentos de pessoas que já estiveram nestes locais, um ótimo meio de fazer isso é procurando nos grupos do Facebook da região que você vai viajar. Assim você evita surpresas desagradáveis durante a viagem.

  4. Esteja aberto a conhecer pessoas

    Não importa se esta viajando sozinho ou acompanhado é sempre legal e útil conhecer novas pessoas e trocar experiências. Isso além de enriquecer a sua viagem vai ampliar sua percepção sobre o lugar, fazendo com que você descubra muitas coisas não escritas e evite furadas. Foram incontáveis as vezes que conversando com um desconhecido eu descobri locais inseguros que deveria evitar ou dicas para não cair em golpes. Portanto, não tenha vergonha de se expor, converse e pergunte sempre que tiver dúvidas e não esqueça que como um gringo exemplar você tem a responsabilidade de compartilhar o que sabe e ajudar outros viajantes que podem ter dificuldades como você. Faça o bem e receba o bem! Se quiser comece agora compartilhando este post com alguém que você gosta! 🙂

  5. Tenha um seguro de viagem

    Muita gente confunde seguro viagem com seguro saúde e isso é um grande erro. Como o nome já diz o intuito do seguro viagem é te proteger durante e em aspectos relacionados a viagem, então além de cobrir possíveis despesas médicas (Ex. Ocorra um acidente ou fique doente), o seguro também pode oferecer proteção para cancelamento de viagem inesperado (Ex. Se perder o emprego), transporte médico de emergência (Ex. Caso sofra um acidente) e  seguro da bagagem despachada (Ex. Mala danificada ou extraviada). Os exemplos são de coisas que obviamente não queremos que aconteça, mas é importante estar preparado. Neste outro post eu te falo mais sobre seguro viagem e mostro 5 perguntas para ajuda-lo a decidir se no seu caso um seguro viagem vale a pena.  Mas caso você já tenha uma viagem planejada ou está curioso para saber quanto custa e quais as coberturas deste seguro, veja nesse simulador:

     

  6. Tenha um Plano B

    Acredite, um Plano B é um remédio e tanto para qualquer dor de cabeça. Tente antecipar na sua mente as coisas que podem dar errado e já deixe a solução engatilhada para caso um imprevisto aconteça. Alguns exemplos:

    • Perdi meu passaporte!
    Dependendo em que lugar do mundo você estiver, isso pode ser grave, estar sem passaporte te torna realmente vulnerável, mas não se desespere, isso acontece diariamente ao redor do mundo e o governo de cada país sabe. Como Plano B  procure relato de pessoas que já passaram por isso na região que você vai viajar e o que fizeram para resolver, mas como medida mínima sempre deixe cópias desse documento espalhadas em suas malas e tire foto com seu celular e então procure a embaixada do Brasil mais próxima para tirar um novo passaporte ou solicitar o ARB (Autorização de Retorno ao Brasil).

    • Roubaram todo meu dinheiro!
    Há uma dúvida cruel sobre este assunto, deixar todo o dinheiro junto ao corpo e evitar que roubem da sua mala no hotel ou andar com o mínimo necessário e distribuir o resto nas malas confiando que ninguém vai tocar? Neste caso não há resposta padrão e vai depender muito do seu feeling e de onde você estiver hospedado, mas se der azar e te roubarem, minha dica de plano B é deixar ao menos uma pequena quantia e o cartão do banco longe de você, se roubarem sua carteira o cartão estará na mala para te salvar e vice-versa.  Alguns bancos já possuem tecnologia NFC que permite ter um cartão virtual no seu celular, se for o seu caso, também é uma solução.

    • Estou viajando sozinho e perdi meu celular!
    Ok, eu concordo que isso é aterrorizante. Sem celular hoje em dia quer dizer sem GPS, sem agenda, sem internet e sem comunicação com o mundo, certo? Errado! Ainda existe um mundo offline onde você pode pedir emprestado o celular de alguém, ir a uma biblioteca e consultar um computador público entre outras coisas. Plano B é salvar tudo aquilo que seja importante e possa estar exclusivamente no seu celular (como passagem aérea, reservas de hotéis ou telefones importantes) na nuvem, seja nos serviços como o One Drive, Google Drive, Dropbox ou até mesmo no seu email. Só por favor lembre-se da senha!

Essas foram apenas algumas dicas para tornar a sua viagem mais segura, mas lembre-se, estar aberto a lidar com imprevistos só tornará sua viagem mais emocionante. Mas e você gringo já passou por alguma situação dessas? Como se saiu? Conte para nós nos comentários! 🙂